Nome da turma de formandos da Faculdade de Direito Ritter dos Reis

Publicado em 10/03/2010

Discurso proferido quando homenageada com o nome da turma de formandos da Faculdade de Direito Ritter dos Reis, dia 2 de janeiro de 1997.                                                                                                                     
Peço permissão para cumprimentar a todos na pessoa do Diretor desta Faculdade, bem como pedir-lhes licença para, neste momento, me dirigir, exclusivamente aos formandos que, carinhosamente, passei a chamar de afilhados.

Não posso deixar de, de público, registrar minha emoção, que, pelo inusitado, muito me sensibilizou.

De todos os sonhos que sonhei, jamais imaginei que pudesse receber esta honraria de dar o nome a uma turma de jovens que escolheu o Direito como opção de vida.

Mesmo não sendo mestra de vocês, mesmo sem vocês me conhecerem, saibam que este momento justifica toda uma trajetória de luta, compensa a própria vida.

Nunca me passou pela cabeça servir de exemplo ou modelo a alguém, por ter ido à busca de um espaço, que não queria só meu. Esta distinção hoje, que marca uma conquista, creio que não é motivo de orgulho só para mim, sendo significativo para todas as mulheres, por, neste segmento, tradicionalmente tão conservador, ser escolhida uma personagem feminina para identificar um grupo que um ideal comum uniu e cuja convivência, ao longo de todo o curso, criou vínculos de afeto.

Muito me emociona esta homenagem, obrigado a vocês, a quem desejo que continuem para sempre assim como estão hoje aqui, felizes, cheios de sonhos e ideais, na convivência dos seus familiares e sendo alvo da admiração de todos.

Que Deus os abençoe.

Copyright 2017. Maria Berenice Dias

Maria